MAIS NESTE BLOG

Cadastre-se e receba os boletins do Blog Chicago Pneumatic

Indique o recebimento do Blog Chicago Pneumatic a um amigo

Cancele o recebimento dos boletins do Blog Chicago Peumatic


Home Page > Peças e Serviços

Lubrificantes para equipamentos de construção – princípios básicos

Como em qualquer máquina, lubrificantes são essenciais também para compressores de ar, geradores de energia, rolos compactadores, rompedores e qualquer equipamento utilizado em construção civil.

Suas principais funções são:

•Vedação: As folgas entre os rotores e a carcaça são preenchidos pelo óleo;
•Refrigeração: A maior parte do calor gerado pela compressão é absorvida e depois dissipada pelo óleo;
•Anti-corrosão: O óleo protege as partes internas do elemento compressor, caixa de engrenagens, rolamentos e válvulas contra a corrosão;
•Anti cavitação: Previne a formação de bolhas de ar que “atacam” e danificam os rotores e a carcaça.

Além disso, outras características ideais são:

•Baixa oxidação e envernizamento;
•Propriedade anti espumante;
•Aumentar a vida útil do separador e menor arraste de óleo;
•Compatível com borrachas de vedação, tintas, resfriadores de alumínio e outros materiais;
•Excelente separação de água.

Este último tópico, merece especial atenção. A mistura com água resulta na diminuição da vida útil do óleo e danos para os equipamentos. Além de afetar diretamente a vida útil dos rolamentos, devido ao fato de estar comprometendo a qualidade da lubrificação, também provoca oxidação nas pistas externa e interna deles. Veja o gráfico abaixo:

Outro cuidado muito importante, é quando se muda de um óleo mineral para um óleo sintético (ou vice-versa). É importantíssimo efetuar uma lavagem adicional do circuito de lubrificação da máquina.

Depois disso, deve-se colocar a unidade em funcionamento durante alguns minutos para conseguir uma circulação plena da nova carga de óleo. Em seguida, a carga de óleo sintético usado na lavagem deve ser drenada totalmente e substituída por outra nova.

Isto realmente é essencial. Veja na figura abaixo um exemplo de resultado indesejável que pode ocorrer quando dois tipos diferentes de lubrificantes são misturados.

Aguarde nos próximos posts, mais dicas sobre lubrificantes e manutenção!



Bem-vindo ao blog da Chicago Pneumatic Constructions Technique!

Leia mais



Princípios essenciais de rompedores hidráulicos embarcados - parte 1.

Leia mais



Geradores em condomínios: o que é melhor? Estacionário ou portátil?

Leia mais



Poços artesianos: entenda a relação entre pressão e vazão do ar comprimido e a performance da perfuração

Leia mais


Todos os posts deste canal   

Blog Chicago Pneumatic - Todos os direitos reservados © 2018