MAIS NESTE BLOG

Cadastre-se e receba os boletins do Blog Chicago Pneumatic

Indique o recebimento do Blog Chicago Pneumatic a um amigo

Cancele o recebimento dos boletins do Blog Chicago Peumatic


Home Page > Ferramentas para Construção

Cuidados com o rompedor hidráulico em operações de abatimento de choco.

Neste blog já abordamos algumas técnicas importantes para a preservação da vida útil de rompedores hidráulicos embarcados, equipamentos altamente sujeitos a quebras prematuras oriundas de manuseio inadequado.

Se operadas corretamente, entretanto, estas ferramentas se mostram extremamente versáteis, mesmo em aplicações extremas, como em rochas de alta dureza, altas temperaturas, submersas e até mesmo de cabeça para baixo. No procedimento denominado “abatimento de choco” o uso de rompedores hidráulicos embarcados pode ser muito produtivo, removendo fragmentos de rochas no teto de túneis de mineração ou construção civil. Esta limpeza é essencial para garantir que posteriores atirantamentos ou tratamentos com jateamento de concreto sejam mais seguras e eficazes.



O uso do rompedor hidráulico embarcado neste processo irá garantir velocidade e precisão, e apesar da sua posição incomum de uso, virado para cima, sua eficiência operacional é totalmente preservada com alguns cuidados básicos:

• Em primeiro lugar, é necessário evitar que os detritos entrem nos orifícios do equipamento, o que poderá ser fatal para o pistão. Rompedores adequadamente preparados para operar de cabeça para baixo devem contar com um raspador frontal do lado interno da bucha.

• A câmara de percussão deve estar pressurizada através de uma conexão com compressor de ar. Existem modelos de rompedores que já vêm prontos para esse tipo de operação.

• Deve-se também utilizar jatos de água para retirar a poeira do ar, pois ela tenderá a cair para dentro do rompedor.

• Os ponteiros devem ser do tipo cego.

• O rompedor deve ser posicionado em ângulo reto em relação à face da rocha, com alta frequência de golpes, mas de intensidade baixa.

• Esta condição de operação induz golpes no vazio e, portanto, deve-se tomar especial cuidado com isso.



O design de rompedores como o Chicago Pneumatic RX 14 possui conexões que podem ser utilizadas para pressurização da câmara de percussão, através de ar comprimido.


Seja em fornos de usinagem, debaixo da água ou de cabeça para baixo, a capacidade de adaptação de rompedores hidráulicos é muito grande. Para aproveitar o máximo desta versatilidade, procure sempre seguir as orientações do fabricante, e dê preferência para aqueles que dispõem de centros de suporte com técnicos habilitados para orientá-lo a obter a máxima performance em operações especiais.



Continue lendo e acompanhe o blog da Chicago Pneumatic Construction Technique por E-mail, Facebook ou LinkedIn.

 



Bem-vindo ao blog da Chicago Pneumatic Constructions Technique!

Leia mais



Princípios essenciais de rompedores hidráulicos embarcados - parte 1.

Leia mais



Geradores em condomínios: o que é melhor? Estacionário ou portátil?

Leia mais



Poços artesianos: entenda a relação entre pressão e vazão do ar comprimido e a performance da perfuração

Leia mais


Todos os posts deste canal   

Blog Chicago Pneumatic - Todos os direitos reservados © 2018