MAIS NESTE BLOG

Cadastre-se e receba os boletins do Blog Chicago Pneumatic

Indique o recebimento do Blog Chicago Pneumatic a um amigo

Cancele o recebimento dos boletins do Blog Chicago Peumatic


Home Page > Energia Portátil

Escolha a torre de iluminação certa e durma bem.


 

Torre de iluminação lembra noite, mas também remete a motor diesel. Por sua vez noite lembra silêncio, que não é bem o que relacionamos a um motor... Com os centros urbanos se tornando cada vez mais densos e a legislação cada vez mais rígida sobre poluição sonora em obras, conter os decibéis a níveis aceitáveis tem sido o grande desafio dos principais fabricantes de equipamentos para construção. A torre de iluminação merece especial destaque neste assunto, pois é o equipamento que mais tende a ser usado durante os horários de maior restrição ao ruído.

E além das questões urbanísticas, existem também os aspectos de segurança e produtividade. À noite, a visibilidade é sempre menor e isto aumenta a importância da comunicação verbal entre os trabalhadores. Quanto maior a dificuldade em escutarem um ao outro, mais lento e perigoso será o trabalho para os membros da equipe.

De um modo geral, o ideal é que o nível de ruído do equipamento não exceda 60 dB(A), que equivale ao volume de som de uma conversação normal. Veja no gráfico abaixo um comparativo entre o valor em decibéis e sons comuns de referência.


 

Existe uma grande variedade de torres de iluminação e modelos no mercado, mas também uma grande variação de decibéis, indo desde um agradável bate papo, até os perigosos limites de 85 e 90 dB(A), a partir dos quais podem ocorrer danos à audição.

Identificar isso é fácil. Basta exigir do fabricante a informação. Mas cuidado com “pegadinhas”. É comum no mercado utilizar o padrão de “X” dB(A) @ “Y” metros. Lê-se X decibéis a Y metros.

Seja esta distância a 1,5m ou a 7 metros (medidas normalmente informadas por fabricantes), é de extrema importância que ela seja informada. O que não faz sentido é obter somente a informação em decibéis, sem saber a qual distância foi medida. O que acontece com alguns fabricantes que possuem máquinas mais barulhentas, é que eles medem a distâncias maiores, para reduzir o valor dos decibéis. Desta forma, é importantíssimo estar atento não apenas aos valores em decibéis, mas também à distância em que tal valor é medido.

Lembre-se, portanto de sempre exigir esta informação detalhada. Às vezes para conseguir silêncio, não podemos ficar quietos.



Continue lendo e acompanhe o blog da Chicago Pneumatic Construction Technique por E-mail, Facebook ou LinkedIn.

 



Bem-vindo ao blog da Chicago Pneumatic Constructions Technique!

Leia mais



Lubrificantes para equipamentos de construção - princípios básicos.

Leia mais



Princípios essenciais de rompedores hidráulicos embarcados - parte 1.

Leia mais



Poços artesianos: entenda a relação entre pressão e vazão do ar comprimido e a performance da perfuração

Leia mais


Todos os posts deste canal   

Blog Chicago Pneumatic - Todos os direitos reservados © 2018