MAIS NESTE BLOG

Cadastre-se e receba os boletins do Blog Chicago Pneumatic

Indique o recebimento do Blog Chicago Pneumatic a um amigo

Cancele o recebimento dos boletins do Blog Chicago Peumatic


Home Page > Energia Portátil

HP, CV, kVA, kW – Entenda qual unidade usar para avaliar a potência de um gerador a diesel.


Quando uma empresa solicita um orçamento de gerador de energia a diesel, é comum haver divergência nas unidades de medida principais tanto do lado de quem solicita quanto da parte de quem apresenta a proposta. É muito comum confundir kVA com kW e outro erro menos frequente também é considerar HPs ou CVs.

Na prática, considerar a capacidade em kW é o mais correto, e neste post vamos entender o porquê.

Em primeiro lugar, é importante notar a diferença entre potência ativa e potência aparente. A potência ativa, medida em kW, é aquela que efetivamente será usada na carga, o que o gerador realmente “entrega”. Já a potência aparente, medida em kVA, sempre é maior que a ativa, mas não deve ser confundida com a potência desejada para alimentar a carga. Mas por que então se utiliza a potência aparente? Porque ela é a medida da energia necessária para manter a tensão e fluxo de corrente adequados no gerador. Em outras palavras, ela garante que o gerador consiga entregar corretamente a potência ativa. E ela também é importante por causa de um indicador chamado Fator de Potência (FP). Ele é calculado dividindo-se os “kW” pelos “kVA”.

O FP, estabelecido como padrão industrial para grupos geradores, é de 0,8. Este FP não equivale ao fator de potência da carga. O mínimo para cargas admitido pelas concessionárias de energia elétrica é de 0,92. Já o valor de 0,8 dos geradores é um fator nominal, usado para calcular o valor em kW de um motor que irá fornecer potência a um determinado alternador, medido em kVA.

Já CV e HP são unidades de medida de potência de energia mecânica do motor.

CV não é apenas a tradução de HP. Estas medidas se originaram em sistemas de medida diferentes e, portanto, não se equivalem. Ambas surgiram numa época onde ainda se utilizava o trabalho animal como fonte de energia em obras e transportes, por isso se baseiam no esforço de um “cavalo hipotético” movendo uma determinada massa.

O Cavalo Vapor (CV) equivale a 75 kgf·m/s, ou seja, equivale ao levantamento vertical de 75 kg à velocidade de um metro por segundo.

O Horse Power (HP) se define como a potência necessária para elevar verticalmente a uma velocidade de 1 pé/min uma massa de 33.000 libras.

Apesar destas medidas não se referirem à potência elétrica, possuem relação direta com ela, onde 1 HP equivale a 745,7 W, equanto 1 CV equivale a 735,5 W.

Na conversão de energia mecânica para elétrica, existe uma perda de rendimento no alternador que varia de um equipamento para outro. Quanto mais kVAs por HP, maior a eficiência energética do equipamento. Na prática, isto se reflete no consumo de diesel, e ao comparar dois equipamentos com mesma potência ativa, cheque os valores de consumo fornecidos pelos fabricantes.

Concluindo, se você sabe exatamente o dimensionamento desejado para o gerador, a medida mais importante é em kW. Mas se você tem uma determinada aplicação, e precisa calcular o dimensionamento, isto é assunto para outro post. Continue acompanhando o blog da Chicago Pneumatic Construction Technique!



Bem-vindo ao blog da Chicago Pneumatic Constructions Technique!

Leia mais



Lubrificantes para equipamentos de construção - princípios básicos.

Leia mais



Princípios essenciais de rompedores hidráulicos embarcados - parte 1.

Leia mais



Poços artesianos: entenda a relação entre pressão e vazão do ar comprimido e a performance da perfuração

Leia mais


Todos os posts deste canal   

Blog Chicago Pneumatic - Todos os direitos reservados © 2018