MAIS NESTE BLOG

Cadastre-se e receba os boletins do Blog Chicago Pneumatic

Indique o recebimento do Blog Chicago Pneumatic a um amigo

Cancele o recebimento dos boletins do Blog Chicago Peumatic


Home Page > Ferramentas para Construção

Pisos de epóxi versus concreto – qual o melhor?



Em toda obra que preveja a instalação de um piso de epóxi, o concreto também é uma opção a ser considerada. E vice-versa. De um modo geral, existem três perguntas que ajudam a definir a melhor escolha:

- É necessário que o piso tenha brilho?
- Durabilidade e resistência a arranhões são importantes?
- Ausência de manchas e desnivelamento são imprescindíveis?

Revestimento Epóxi

Pisos em Epóxi conferem beleza e com a devida manutenção garantem durabilidade. O tempo mínimo para o qual são projetados é superior a 20 anos. Em ambientes residenciais e comerciais o revestimento epóxi tem alto apelo estético e permite grande variação de cores. Entretanto, este tipo de piso requer manutenção diferenciada, e que precisa ser feita toda a semana ou, no mínimo, uma vez por mês. Eles são escorregadios e propensos a arranhões. Para minimizar isso, pode-se aplicar uma camada de semi brilho, que minimiza arranhões mas pode comprometer a aparência do piso.

Por isso não é o ideal para áreas de grande circulação de pessoas ou equipamentos.

Concreto Polido

Muito diferente, e muito mais resistente que o concreto queimado, o concreto polido é praticamente indestrutível quanto ao tráfego intenso de pessoas e grande movimentação de mobiliário ou equipamentos. Não existe a preocupação com descamações ou arranhões, como quando se trata de revestimentos epóxi. Este piso está menos sujeito a desnivelamentos e imperfeições. Também não há restrições quanto a animais domésticos ou qualquer outro fator que possa causar arranhões.

A limpeza e remoção de produtos derramados é bem mais fácil, se comparado ao revestimento epóxi, que pode não se recuperar muito bem dependendo do que cair sobre ele.

Com o piso de concreto polido as cores não esmorecem com o tempo e duram praticamente a vida toda.

A aplicação deste tipo de piso exige a utilização de um pouco mais de mão de obra e equipamentos, tais como alisadoras de concreto e/ou réguas vibratórias. Também é necessário o processo de corte de piso para que não sejam geradas fissuras e rachaduras.

Mas quando consideramos o custo de mão de obra envolvido na manutenção de pisos epóxi, o concreto polido se torna muito mais barato a longo prazo.

De qualquer modo, é essencial levar em consideração os objetivos estéticos e funcionais e conhecer bem as características de cada tecnologia, para que a decisão seja a melhor possível. Afinal, tanto epóxi quanto concreto são pisos feitos para durar décadas.



Bem-vindo ao blog da Chicago Pneumatic Constructions Technique!

Leia mais



Lubrificantes para equipamentos de construção - princípios básicos.

Leia mais



Geradores em condomínios: o que é melhor? Estacionário ou portátil?

Leia mais



Poços artesianos: entenda a relação entre pressão e vazão do ar comprimido e a performance da perfuração

Leia mais


Todos os posts deste canal   

Blog Chicago Pneumatic - Todos os direitos reservados © 2018