MAIS NESTE BLOG

Cadastre-se e receba os boletins do Blog Chicago Pneumatic

Indique o recebimento do Blog Chicago Pneumatic a um amigo

Cancele o recebimento dos boletins do Blog Chicago Peumatic


Home Page > Ferramentas para Construção

Rompedores: a preparação é tão importante quanto a operação – parte 3 – Verificando pistão, pressão do gás e circuito hidráulico.

Nesta terceira e última parte da série de posts sobre preparação de rompedores hidráulicos embarcados, vamos medir e ajustar pressões no sistema. No post anterior, instalando o ponteiro nós paramos no passo 12. Vamos prosseguir.

13- A pressão do gás no pistão acumulador deve ser verificada e, se necessário, ajustada antes de se colocar o rompedor hidráulico em operação. Para isso, solte os quatro parafusos de montagem e remova a placa de cobertura inferior na janela de serviço.



14- Desparafuse a tampa de vedação da válvula de enchimento e tire o manômetro da caixa de serviço e conecte-o à mangueira de enchimento.



15- Empurre a ponta solta da mangueira de enchimento para dentro da válvula de enchimento e verifique a pressão no detector. Se o valor for igual ou menor à pressão de gás mínima indicada no manual de operação, o pistão acumulador deve ser preenchido com nitrogênio até o nível requerido.

16- Conecte a mangueira de enchimento a um cilindro de nitrogênio.



17- Empurre a ponta solta da mangueira de enchimento para dentro da válvula de enchimento. Após abrir a válvula principal do cilindro de nitrogênio, abra lentamente a válvula de alívio de pressão e deixe o nitrogênio fluir para dentro do pistão acumulador. Leia o aumento da pressão no detector de pressão, feche a válvula e desconecte o cilindro de nitrogênio quando o pistão acumulador alcançar a pressão requerida mais cerca de 10%. Verifique novamente a pressão de enchimento do pistão acumulador e, se necessário, deixe gás sair apertando a ponta solta da mangueira de enchimento repetidamente dentro da válvula de enchimento até que a pressão requerida seja alcançada.



18- Para concluir, instale a tampa de vedação na válvula de enchimento e aperte-a. Ponha a placa de cobertura inferior de volta no lugar e aperte os quatro parafusos de montagem.




19 - Nesta última etapa, precisamos verificar o fluxo hidráulico, a pressão de operação e as configurações das válvulas de alívio do circuito hidráulico auxiliar do veiculo portador. Use mangueiras hidráulicas limpas e intactas para conectar o medidor de fluxo ao circuito hidráulico auxiliar. O medidor de fluxo deve ser equipado com uma válvula de controle de fluxo e um medidor de pressão. Assegure-se que as válvulas de bloqueio do circuito hidráulico auxiliar estejam totalmente abertas. Ligue o motor e abaixe a alavanca de trava. Quando o óleo hidráulico estiver na temperatura normal de operação, o operador deve ativar o circuito hidráulico auxiliar por pedais ou botões.



20 - Quando o circuito hidráulico auxiliar for ativado, o assistente deve ajustar a válvula de controle de fluxo para aumentar a pressão. A pressão deve ser aumentada até que a válvula de alívio do circuito hidráulico auxiliar se abra. A pressão estática máxima deve ser a dos parâmetros descritos para o respectivo acessório na seção de especificações do manual de operação.



21- Se qualquer ajuste for necessário, reinicie a válvula de controle de fluxo para o fluxo máximo antes de ajustar a válvula de alívio de pressão do circuito hidráulico auxiliar. A válvula de alívio de pressão normalmente está localizada no bloco de válvulas do veiculo portador. Consulte o manual de manutenção do mesmo para encontrar a localização exata. Agora ajuste a válvula de controle de fluxo até que a pressão de operação correta seja mostrada.



Consulte o manual de operação para saber a pressão de operação correta e o fluxo de óleo do respectivo acessório.

O fluxo normalmente pode ser ajustado simplesmente aumentando ou diminuindo as rotações do motor ou selecionando outro modo de operação pelo sistema de computação do veiculo portador.



Tomando estes cuidados na instalação de seu rompedor hidráulico embarcado ele irá produzir muito mais e também ter uma vida útil mais longa. Lembre-se, entretanto, que nada substitui o manual do equipamento, que sempre deve ser estudado com atenção e responsabilidade.



Bem-vindo ao blog da Chicago Pneumatic Constructions Technique!

Leia mais



Lubrificantes para equipamentos de construção - princípios básicos.

Leia mais



Geradores em condomínios: o que é melhor? Estacionário ou portátil?

Leia mais



Poços artesianos: entenda a relação entre pressão e vazão do ar comprimido e a performance da perfuração

Leia mais


Todos os posts deste canal   

Blog Chicago Pneumatic - Todos os direitos reservados © 2018